Skip navigation

Servimos melhor para servir sempre – Uma frase como essa, impressa na sacola da panificadora, pode muito bem servir como a nova inscrição no pórtico do Inferno. Se por um lado sentimos o todo da opressão, por outro lado é verdade que só a vemos nos detalhes. O artista deve sempre prestar atenção a algo que é bem mais do que “minúcias”; ali onde a violência se cristalizou, é preciso polir esse espelho para que volte a refletir. O que vemos nem sempre é algo além de um vulto, mas é esse movimento efetivamente visível que flagra o todo da opressão.

Anúncios

One Comment

  1. Acredito que devemos voltar a filosofar às marteladas.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: